O que é e por que é preciso investir em Maturidade Digital?

Foto do autor

Como está a maturidade digital do seu negócio? Esse é um dos temas em destaque no momento e não é por menos: a digitalização das empresas é ponto-chave para alcançar o seu desenvolvimento sustentável.

Nos últimos dois anos, houve um aumento nos investimentos em automação de processo e no uso da Inteligência Artificial (IA). Gestão de dados, segurança da informação, mobilidade e experiência do cliente são áreas em evidência quando pensamos em inovação.

Inclusive, com a chegada e a ampliação da cobertura da tecnologia 5G, podemos esperar que novos modelos de negócios e serviços surjam nos próximos anos. Afinal, será possível potencializar o uso de Internet of Things (IoT), ou Internet das Coisas. 

Nesse cenário de estímulo à inovação, as startups conquistaram um volume ainda maior de investimentos. A busca por soluções que promovam a escalabilidade do empreendimento e o crescimento por uma gestão enxuta são as principais qualidades da tecnologia e os atrativos para quem quer manter a competitividade.

Para conseguir promover a transformação digital é preciso conciliar diversos aspectos de uma boa governança corporativa. Dentre eles, o conhecimento sobre a própria operação e acompanhar as novidades do mercado são essenciais.

Neste artigo, trataremos os principais aspectos para levar a maturidade digital para sua companhia. Ao longo deste conteúdo, esclarecemos os seguintes tópicos:

  • O que é a digitalização de empresas
  • Qual foi a sua importância na pandemia
  • Quais as vantagens da transformação digital
  • Como alcançar a maturidade no negócio

Aproveite a leitura!

Afinal, o que significa digitalização de empresas?

A digitalização consiste no processo de automação das suas rotinas, promovendo mais escalabilidade para a operação. Nesse sentido, os recursos humanos têm a oportunidade de serem direcionados para atividades menos repetitivas e cada vez mais estratégicas para a organização.

Um ponto que merece atenção é que a digitalização não é sinônimo de maturidade digital. Esse conceito corresponde à soma do uso da IA com boas práticas de gestão, garantindo o uso inteligente e estratégico da inovação. 

Isso pode ser evidenciado ao observar o quanto um empreendimento consegue entregar mais com menos sem perder a humanização. Esse ponto de equilíbrio é a chave do sucesso para negócios do presente e do futuro. Afinal, o mau uso dos recursos tecnológicos pode gerar efeito contrário ao esperado. 

De acordo com o estudo GovTech Maturity Index 2020, realizado pelo Banco Mundial, hoje, o Brasil é o país com maior maturidade digital das Américas. Superando, portanto, potências como os Estados Unidos. 

No entanto, esse dado é referente apenas à maturidade digital dos processos do Governo. Será que em relação às companhias ele se repete?

Prepare seu negócio

Qual foi a importância da digitalização na pandemia?

Digitalização ajudou empresas de todo o mundo a manter atividades durante a crise sanitária

A maturidade digital é responsável pela promoção do desenvolvimento sustentável das corporações. Portanto, é uma das pautas do pilar de inovação, que pode ser executada em diversos aspectos do empreendimento. 

Mas, para isso, é fundamental ter as diretrizes da companhia claras e um planejamento estratégico. Dessa forma, a proposta de inovação tem que ser uma das metas do negócio, atrelada a um plano de ação considerando uma matriz de prioridade.

Os desafios econômicos causados pela crise sanitária da Covid-19 foram essenciais para acelerar a transformação das corporações no País. O momento estimulou que as organizações se reinventassem e aumentassem os seus esforços para a digitalização, principalmente pela necessidade de garantir a mobilidade de talentos e de ferramentas de trabalho.

O Índice de Transformação Digital da Dell Technologies 2020 (DT Index), estudo realizado com mais de 200 empresas nacionais que têm pelo menos 250 colaboradores, aponta que 87,5% delas realizaram algum investimento em tecnologia em 2020. Esse resultado ficou acima da média internacional, que é 80.

No entanto, apenas 36% das companhias alcançaram a maturidade digital. Esse dado foi divulgado em 2020, na pesquisa Maturidade Digital do varejo, atacado e distribuidores brasileiros, realizada pela FDC (Fundação Dom Cabral).

Pequenas e médias empresas

Um dos movimentos mais intensos foi a migração do PDV (ponto de venda) para o virtual. Nesse cenário, as vendas online apresentaram um volume recorde dos últimos 20 anos. Segundo dados do Recovery Insights: Small Business Reset, da Mastercard, a quantidade de PMEs  no digital aumentou 208% comparando com 2019.

Para colocar essa migração em prática de maneira sustentável, é preciso investir em um conjunto de soluções adequadas. Dessa forma, é possível integrar a jornada de compra do cliente de maneira eficaz com os processos internos do negócio, conquistando mais eficiência.

Nesse cenário, tecnologias que promovem a conectividade, mobilidade e mais segurança das informações se destacam. A Cloud Computing, ou Computação em Nuvem, é um exemplo de que a sua presença deve aumentar cada vez mais no dia a dia das companhias. Ela é a base para o desenvolvimento de softwares e aplicativos. 

Além disso, métodos de segurança de dados também contam com os recursos desse modelo de IA. Vale lembrar que, ao conciliar isso com o uso de dispositivos móveis e de tecnologias 4G e 5G, é possível criar soluções em IoT

Para se ter ideia, de acordo com a Statista, até 2023 os investimentos em IoT devem superar US$ 1 trilhão. Isso é reflexo das necessidades de estimular a mobilidade e dos avanços da distribuição da conexão 5G, mais rápida e mais estável que a geração anterior.

Grandes corporações

As organizações que já haviam alcançado a maturidade digital responderam melhor aos desafios desse cenário. É natural que grandes corporações, com maior poder de investimento e mais conhecimento em gestão corporativa, estejam dentro desse grupo.

Um ponto em comum entre elas é que são referências também em ESG (Environmental, Social and Governance, ou  Meio ambiente, Social e Governança). Inclusive, durante a pandemia, elas se mantiveram fortes no mercado de capitais.

Além disso, é comum que organizações maiores estimulem o desenvolvimento da transformação digital na sociedade por meio da aceleração de startups

Dessa forma, essas novas companhias oferecem uma solução inovadora para as aceleradoras, com a oportunidade de fechar um contrato grande e atrair novas parcerias.

Esse foi um dos movimentos que se destacou na pandemia, onde os investimentos para a maturidade digital foram impulsionados. Somente no primeiro semestre de 2021, as startups brasileiras receberam mais de US$ 5,2 bilhões, de acordo com a Distrito

Assim, a expectativa é que a porcentagem de empresas do Brasil com maturidade digital aumente consideravelmente nos próximos anos. Isso mostra que grandes corporações e investidores acabam tendo um papel muito importante para o financiamento da transformação digital para pequenas e médias empresas por meio das startups.

Quais são as vantagens da transformação digital?

Maturidade digital está relacionada à capacidade do negócio integrar novas tecnologias às suas operações e produtos

Investir em inovação para alcançar a maturidade digital é uma necessidade de qualquer empreendimento. Afinal, estamos vivenciando a economia 4.0, e é preciso estar com as rotinas operacionais, produtos e soluções em consonância com o mercado e que os clientes esperam dele.

Mas, mais do que ser uma necessidade competitiva, é interesse que os gestores invistam nessa frente considerando-a estratégica em uma visão 360° da organização. 

É importante ter essa postura na gestão, uma vez que a transformação digital aplicada de maneira adequada é a responsável por promover benefícios para qualquer modelo de negócio e de qualquer porte.

Redução de custos operacionais

Dentre as principais vantagens, é imprescindível citar a oportunidade em reduzir custos operacionais. Isso é possível porque o uso da IA, ao promover a automação de rotinas, reduz a incidência de erros no dia a dia. 

Além disso, há espaço para os gestores direcionarem a sua equipe para atividades mais estratégicas. Nesse sentido, vemos que o uso da IA estimula ainda que as organizações firmem a cultura Data Driven (guiada a dados). 

Assim, os colaboradores podem assumir rotinas mais analíticas e voltadas para a estratégia. A consequência disso é a otimização contínua das rotinas, o que, por sua vez, também impacta positivamente na redução de custos.

Crescimento sustentável da empresa

O desempenho sustentável é potencializado com o uso da tecnologia. Hoje, ela é responsável pelo desenvolvimento de soluções que otimizam os usos dos recursos da companhia. Isso vale tanto para os materiais quanto para os humanos.

Em outras palavras, fomentar a maturidade digital contribui para a entrega de processos que valorizem ainda mais as pessoas e que tragam menos impacto negativo para a comunidade. Um exemplo disso, é o uso de energias renováveis e a construção de edifícios corporativos inteligentes.

Atração de investidores e clientes

A redução de custos e o crescimento de maneira inteligente é sinônimo de melhora de receita. Além disso, como há oportunidade de escalabilidade, a tendência é que o seu market share (quota do mercado) cresça. 

Esses aspectos acabam contribuindo para atrair novos investidores para o seu empreendimento. Isso é um ponto que merece atenção porque buscar recursos é essencial para continuar crescendo no longo prazo. Por isso, a maturidade digital é um dos tópicos que se destacam em uma boa governança corporativa.

Como alcançar a maturidade digital do negócio?

Não existe uma receita de bolo para que cada corporação alcance a maturidade digital. Isso depende de uma soma de fatores, e o mais crucial deles não é o orçamento, mas a cultura da empresa.

Antes de investir em recursos financeiros para promover a transformação digital, é primordial ter uma estratégia para alinhamento das expectativas com seus colaboradores.

A cultura organizacional é o que permite que a estratégia seja posta em prática com excelência. Nesse sentido, revise o seu quadro de valores e aplique ações essenciais para a gestão de estratégica de pessoas, como

  • Criar um onboarding (boas-vindas);
  • Praticar treinamentos como rotina;
  • Ter alinhamentos contínuos;
  • Explorar o endomarketing;
  • Usar a gamificação das atividades.

Essas ações são o primeiro passo para começar a transformação digital da sua companhia. Elas devem começar antes do início dos investimentos e acontecer de maneira contínua. A cultura da inovação deve ser o seu DNA. Caso contrário, os investimentos financeiros em tecnologia tendem a não ter a resposta esperada.

Feito isso, é preciso ter um planejamento estratégico que defina as prioridades para a maturidade digital do negócio. Além disso, é essencial mapear esses processos, realizar um diagnóstico e buscar por parcerias que entregam a melhor solução para você.

Ou seja, é importante considerar uma parceria que entregue soluções integradas. Esse é um ponto sensível, porque a integração é o que permite a escalabilidade sem gerar grandes aumentos no valor investido. Será ainda melhor se esse parceiro oferecer uma consultoria para entregar uma solução personalizada conforme as suas necessidades.

Conclusão

Neste artigo, além de conhecer o significado de maturidade digital e as vantagens que esse atributo confere aos negócios, descobrimos o papel fundamental da tecnologia para desenvolvê-lo. 

Assim como noutras das muitas necessidades de uma empresa, entretanto, é válido ressaltar que os recursos tecnológicos são ferramentas. Logo, por definição, dependem de uma gestão que saiba reconhecer onde e como podem ser melhor aplicadas, a fim de promover o resultado esperado.

Dessa forma, é possível resumir a maturidade digital como essa capacidade de uma organização, manifestada por meio de seus líderes, em extrair o melhor da tecnologia ao seu alcance para atingir um objetivo de negócio. 

Noutras palavras, trata-se de saber utilizar essa ferramenta poderosa, em vez de simplesmente investir na renovação do parque tecnológico. 

Sem sombra de dúvidas, essa não é uma tarefa simples. Contudo, é possível que ela seja menos desafiadora ao contar com parceiros consolidados no ramo. 

Líder no fornecimento de tecnologia corporativa, a Vivo Empresas conta com um amplo portfólio de soluções digitais, adaptáveis a diferentes contextos e necessidades, além de um corpo profissional igualmente vasto e capacitado, capaz de apoiar clientes e parceiros ao longo de toda a sua jornada de digitalização. 

Gostou do conteúdo? Então aproveite e conheça mais sobre como a inovação impulsiona os negócios a partir da seleção de artigos logo abaixo:

Até a próxima!

Foto do autor
Solicite um contato