Como a tecnologia traz melhores resultados para bares e restaurantes no dia dos pais

Foto do autor

A ideia de sazonalidade na economia brasileira já não é novidade. De acordo com o setor do seu negócio, uma data festiva pode não só atrair mais clientes como também fazer toda a diferença na receita anual. E, sem dúvidas, esta questão cerca os restaurantes no dia dos pais.

Especialmente observando a retomada da economia, o dia dos pais 2021 traz ainda mais expectativas. Devido ao setor ser um tanto sensível às datas comemorativas, muitos estabelecimentos aguardam com ansiedade por ocasiões como esta, em que famílias tendem a se reunir.

E após um ano de incertezas como foi 2020, em que muitas soluções do comércio foram implementadas “no improviso”, também espera-se que a tecnologia ajude o empreendedor dessa área a operar com mais estabilidade e segurança, inclusive sanitária.

Mais do que um avanço nos mundos do delivery e do autoatendimento, novidades recentes em Big Data trazem inclusive soluções voltadas à luta contra o desperdício. 

Adicionalmente, o mundo das startups também demonstra sua presença neste setor, trazendo ideias novas para o mercado.

Portanto, com estes fatores em mente e visando melhores resultados no dia dos pais em 2021, o artigo de hoje explica:

  • Por que oferecer opções de entrega ainda é vital
  • O que são as “dark kitchens” e por que elas cresceram na pandemia
  • Tecnologias que apoiam os restaurantes no dia dos pais
  • Como funciona o autoatendimento em restaurantes físicos
  • O avanço no uso inteligente de dados por bares e restaurantes
  • As táticas tradicionais do comércio continuam valendo

O delivery continua vital para restaurantes no dia dos pais

Aposte em delivery para complementar o faturamento do seu restaurante.

Em 2020, com as medidas de distanciamento em prática pelo país, o delivery de alimentos passou por um crescimento expressivo. Segundo matéria do Jornal da USP, de abril de 2021, houve um crescimento de mais de 900% nos pedidos durante a pandemia.

E apesar da retomada das atividades presenciais em 2021, tudo indica que essa continuará sendo uma tendência no mercado. 

Inclusive, conforme aponta a Forbes Brasil, o ano deve ser marcado por um crescimento no mercado de refeições pré-prontas. Ou seja, empresas que montam receitas e combinações de ingredientes com antecedência, enviando-os para que os clientes concluam o preparo. 

Na prática, além de alcançar uma parcela do consumidor que evita fast-foods e valoriza o hábito de cozinhar, a tática também estimula um estilo de vida mais saudável, possibilitando o consumo de alimentos selecionados e nutritivos com mais praticidade.

Assim, é de se esperar que, no dia dos pais 2021, as entregas ainda formem grande parte da receita dos bares e restaurantes. 

Nesse sentido, continua sendo interessante investir no formato de delivery, buscando adaptá-lo aos planos de longo prazo do negócio. Da mesma forma, também pode ser interessante investir no novo mundo de alimentos pré-prontos e alimentação saudável, caso já não tenha o feito. 

Afinal, com o tempo de isolamento em casa afetando o bem-estar de muitos, além da pandemia trazendo temáticas de saúde à tona, também houve um crescimento no interesse do público por refeições balanceadas. 

Naturalmente, a tecnologia acompanha esse movimento, tanto que a análise de dados, antes distante desse setor, passou a fazer mais sentido para os bares e restaurantes.

Conforme será visto a seguir, técnicas e soluções de Big Data permitem não só estabelecer perfis de clientela, o que ajuda o empreendedor a entender o que seus consumidores desejam, como também inibem desperdícios. 

Ademais, caso o empreendedor tema os custos de manter um restaurante no dia dos pais e se sinta incerto sobre a possível receita, pode investir em outra estratégia que cresceu com a pandemia: as “dark kitchens“.

Dark kitchens: complementando o delivery com menores riscos

Apesar do nome, cuja tradução é “cozinha escura”, as dark kitchens trouxeram esperança para os empreendedores do setor alimentício que buscavam (e buscam) manter suas fontes de renda em meio à crise. Tanto que a estratégia, inclusive, também é válida para restaurantes no dia dos pais 2021.

De modo resumido, as dark kitchens são estabelecimentos que produzem comida apenas para delivery. Ou seja, são cozinhas isoladas, sem drive-thru ou salão para clientes. Deste modo, sua produção é completamente sob demanda e todos os alimentos são entregues em domicílio, geralmente através do trabalho com aplicativos.

O seu grande benefício, então, está na redução de custos – o que também representa uma redução de riscos. Devido às suas características, estas cozinhas ocupam menos espaço, podendo se encaixar em prédios menores e, consequentemente, com preço de locação mais baixo. 

Adicionalmente, a eliminação do espaço para interagir com clientes fisicamente também representa menores riscos de interações negativas. 

Ou seja, questões complicadas, como consumidores com reações negativas à comida ou, ainda, acidentes causados pelo alto volume de pessoas se movimentando no local, se tornam praticamente inexistentes.

Tudo isso sem falar da simplificação das operações como um todo, que conta com menos funcionários e menos bens para administrar.

Mas nem só de entregas em domicílio vivem os restaurantes, especialmente em 2021. E a tecnologia também traz novidades para estabelecimentos que atendem presencialmente.

Webinar | Tendências em tecnologia proteger sua empresa_V1

Tecnologia apoia atividades em bares e restaurantes no dia dos pais 

A preocupação com o distanciamento social e a redução de interações pessoais ainda existe mundo afora. 

Como resultado, então, o mercado tem visto um crescimento no número de soluções de autoatendimento, alavancadas não só por seu potencial em contribuir com as medidas sanitárias, mas também pela redução de custos que promovem.

Um resultado disto é um aumento brusco na adoção de quiosques interativos, ou totens, para permitir um atendimento minimizando o contato direto com garçons. 

Uma vantagem adicional, e talvez até inesperada, é a prevenção de erros e desperdícios por virtude do pedido ser enviado diretamente à cozinha. 

Na prática, como o garçom não precisa anotar o pedido manualmente, a chance de erros (e, com isto, desperdício de alimentos e ingredientes) é muito reduzida.

Ademais, a empresa ainda conta com a maior vantagem dos totens, que é facilitar e agilizar o atendimento. 

Assim, pensando no natural crescimento de demanda durante as datas festivas, estas soluções podem trazer uma grande vantagem para os restaurantes no dia dos pais, sobretudo porque diminuem filas e, assim, aprimoram a experiência do cliente.

Uma alternativa, ainda lidando com automação, são os tablets de autoatendimento. Além de comportarem todos os benefícios dos totens, eles também contribuem para as medidas sanitárias, uma vez que o consumidor sequer precisa deixar sua mesa para ver o cardápio e fazer seu pedido.

A título de exemplo quanto à importância de tecnologias de automação no mercado de bares e restaurantes, destaca-se a compra da ConnectPlug, especializada em totens e tablets de autoatendimento para restaurantes, por parte da Locaweb, no início de 2021.

Ao todo, a negociação envolveu a transferência de mais de R$ 18 milhões aos antigos proprietários, mostrando que as soluções tecnológicas para bares e restaurantes são um mercado em ascensão.


LEIA MAIS: Como a tecnologia pode melhorar as vendas em bares e restaurantes


 

Autoatendimento também é tendência no comércio de bebidas

Outra novidade em tecnologia para o setor é a automação do pedido de bebidas. No Brasil, inclusive, a startup myTapp opera o que chama de “autosserviço de chopes”, garantindo que além de aprimorar a experiência do consumidor, a tecnologia reduz perdas. 

Na prática, além de incluir quiosques de autoatendimento, o sistema da empresa também faz o uso inteligente de dados e da conectividade para controlar as torneiras de chope. 

Assim, ao se conectar com válvulas entre os barris e as torneiras, o myTapp serve clientes apenas sob demanda, e monitora o estoque a partir de técnicas de inteligência artificial

Deste modo, o sistema (que pode, inclusive, ser integrado à solução da ConnectPlug, para que clientes façam todos os pedidos em um só painel) ajuda a aumentar o faturamento dos bares de duas formas simultaneamente: aumentando a velocidade do atendimento e eliminando gastos desnecessários.

Contudo, além das opções de autoatendimento, o mercado também conta com várias outras tecnologias que fazem uso da conectividade para atrair novos clientes e melhorar os resultados. 

Um exemplo bastante popular são as campainhas eletrônicas, os populares “chama garçom”. 

A partir de um botão deixado na mesa, o consumidor pode requisitar o apoio do profissional apenas quando estiver decidido sobre o que pedir. E no momento em a campainha for tocada, o garçom mais próximo pode ser avisado a partir de um relógio inteligente.

Apesar de simples, o chama-garçom permite reduzir o número de funcionários humanos sem diminuir a qualidade do serviço. E muito embora o atendimento feito por pessoas ainda seja muito valorizado, a solução surge como uma forma de reduzir gastos e continuar operando. 

Tudo isso sem contar que se trata de uma das formas mais acessíveis de automatizar processos no dia a dia dos bares e restaurantes.

Continue investindo nas tecnologias já conhecidas

Em 2021, soluções de pagamento digital continuam tão – ou até mais – importantes do que em 2020.

Para se dar bem no dia dos pais, restaurantes precisam adotar algumas táticas já presentes no setor de comércio e serviços de um modo geral. A começar pelas opções de pagamento digital, como o Pix, ou mesmo o uso de cartões sem contato.

Para além de uma tendência, essas soluções são indispensáveis no cenário atual, sobretudo para garantir a conformidade do negócio em relação às normas de distanciamento. 

Mais do que isso, contudo, adotar novos meios de pagamento é uma forma de expandir e fidelizar seu público, uma vez que o caminho contrário, isto é, limitar os métodos de transação aceitos, afasta o consumidor mais antenado às tecnologias atuais.

Ademais, o mesmo pode ser dito da disponibilização de sinal de wi-fi para os visitantes. Hoje em dia, o público já espera ter sinal de internet mesmo quando estiver fora de casa, seja por interesses pessoais ou obrigações profissionais. 

E, nesse sentido, ao contrário do que muitos imaginam, oferecer conectividade “gratuita” não é interessante apenas para escolas, bibliotecas e ambientes do gênero. 

Seja num bar ou num restaurante, é possível disponibilizar acesso à rede ali mesmo no cardápio, o que traz benefícios adicionais ao utilizar sistemas que exijam que o cliente se registre para efetuar a conexão.

Afinal, a partir deles, é possível não só exibir publicidade durante o cadastro, como também monitorar alguns dados sobre o estabelecimento. Nesse sentido, um exemplo clássico é a capacidade de mensurar o tempo de permanência do consumidor no local.


LEIA MAIS: Marketing e tecnologia: em busca de uma melhor experiência para fidelizar o cliente


Conclusão

Como de costume, a tecnologia traz uma série de oportunidades – e o uso inteligente do que as soluções digitais oferecem pode ser o que faltava para ter sucesso de bares e restaurantes no dia dos pais em 2021.

Parceira na digitalização de qualquer negócio, a Vivo Empresas também está presente nesse contexto, com recursos que possibilitam desenvolver novas estratégias no setor, além de aprimorar aquelas que já estão consolidadas. 

Base para a implementação de qualquer inovação online, as soluções em conectividade, por exemplo, são o pontapé inicial para a transformação do seu negócio. 

Da mesma forma, os dispositivos de IoT, que englobam os tablets e totens de autoatendimento citados neste artigo, também exercem um papel importante na experiência do consumidor. Sem contar que reduzem custos, atuando diretamente no caixa dos estabelecimentos.

Mas esta lista estaria incompleta sem o Vivo Social Wi-Fi. Pois além de permitir que seu negócio atenda às necessidades dos clientes, cada vez mais ávidos por conexão com a internet, a solução permite:

  • Compartilhar promoções;
  • Interagir com o usuário a partir de campanhas e ações de marketing;
  • Capturar dados e estatísticas de uso;
  • Realizar pesquisas de satisfação;
  • Redirecionar o tráfego por acesso via redes sociais;
  • Mapear espaços para ajustar o fluxo de pessoas no estabelecimento

Adicionalmente, outra forma de contar com a Vivo Empresas na transformação digital do seu bar ou restaurante é apostar no aluguel de equipamentos de microinformática. 

Afinal, além de contar com uma seleção variada de dispositivos para atender diferentes tipos de demanda, o Vivo Tech oferece manutenção e suporte técnico ilimitados durante o período de leasing, bem como seguro e antivírus para os aparelhos.

Tudo isso sem falar que a locação desses equipamentos costuma ser muito mais vantajosa do ponto de vista dos custos. Primeiro porque, nesse formato, as despesas de capital (CAPEX) se transformam em despesas operacionais (OPEX), dedutíveis de impostos.

Segundo, porque a locação não exige o desprendimento de uma grande parte do caixa de uma vez só, liberando esses valores para o custeamento de pontos mais críticos do negócio. 

Gostou de saber como a tecnologia promove melhores resultados para bares e restaurantes no dia dos pais 2021? Então confira uma seleção de artigos que também podem interessar:

Até a próxima!

Foto do autor
Solicite um contato