Futuro da publicidade está na tecnologia, conheça as principais tendências

Foto do autor

Existem muitas escolhas a serem realizadas na hora das empresas divulgarem seus serviços e produtos. As propagandas encontram-se nos mais diversos canais e a tecnologia foi crucial para essa evolução. 

Nesse sentido, pode-se dizer que o futuro da publicidade seguirá por um caminho cada vez mais high tech. A forma de consumir, de se entreter ou, ainda, de se comunicar está mudando significativamente. 

Por um lado, a digitalização dos negócios tornou o mundo virtual muito atrativo para companhias que desejam ampliar vendas e se aproximar de seus consumidores. Por outro, as mídias tradicionais, como a televisão, mantém sua relevância – e, dependendo do público-alvo, podem ser mais eficientes na divulgação.

Sendo assim, é a tecnologia que permite aos profissionais de marketing construir estratégias certeiras. Estas dependem diretamente de conhecer o consumidor, suas preferências e interesses. 

Além disso, para acertar na segmentação de anúncios e na parceria com influenciadores é importante conhecer as tendências que guiam o futuro da publicidade. Por isso, neste artigo, você verá:

  • Publicidade: digitalização trouxe evolução ao setor
  • Internet é ambiente fértil para anúncios — dos sites às redes sociais
  • As ferramentas e tecnologias por trás das campanhas publicitárias
  • Futuro da publicidade está conectado a tecnologia

Digitalização da publicidade

Close de pessoas checando resultados em gráfico sobre uma mesa
Digitalização do mercado publicitário abriu oportunidades sem precedentes para empresas e profissionais

Rádio, revistas e TV: esses eram os principais veículos para anunciar há até pouco tempo. Embora não tenham perdido sua importância, hoje o cenário é muito mais amplo. Logo, as empresas escolherem o canal que querem utilizar passou a ser uma tarefa complexa. É possível optar entre alternativas que incluem streamings, sites, redes sociais e aplicativos móveis.

Contudo, a digitalização não aconteceu de forma instantânea. Esse processo teve início há anos e deve perdurar, devido aos constantes avanços tecnológicos que criam ambientes diferentes para marcas e pessoas. Para exemplificar, segundo o World Press Trends 2020-2021 da WAN-IFRA, 44% dos editores acreditam que a aceleração da transformação digital deve ser uma prioridade. 

Somado a isso, um relatório do Statista prevê que os gastos com tecnologia e serviços de digitalização também devem crescer. Segundo o estudo, publicado em novembro de 2021, o aumento deve ser de 1,78 bilhão de dólares em 2022 para 2,39 bilhões de dólares em 2024.

Um dos benefícios que se destaca na migração para o mundo virtual é o acesso aos dados. Afinal, com pessoas conectadas nos sites, plataformas e aplicativos, a informação disponível sobre o público é mais quantificável e detalhada. 

Desse modo, é a análise dessas preferências que permite aos anunciantes entenderem o comportamento das pessoas e, assim, tornar suas campanhas mais eficazes. 

Webinar | Transformação digital é essencial_V1

Internet é ambiente fértil para anúncios — dos sites às redes sociais

Nesse meio tempo, a internet afetou drasticamente a publicidade, especialmente nos últimos anos, em que houve um crescimento da ‘vida digital’. Mais pessoas nesse mundo virtual também significa mais empresas pensando em como aproveitar o espaço para se divulgar. 

Os anúncios na internet podem ser os tradicionais banners em sites, as newsletters que chegam por e-mail ou ainda pequenos clipes em vídeos. Outro ambiente fértil para a publicidade são as redes sociais, com anúncios que podem ser segmentados por público, interesse, localização, dados demográficos, entre outros. 

Agora, essas redes vêm se destacando como um recurso valioso para o marketing de pequenas e médias empresas, pois esse sistema de distribuição é poderoso. Além disso, existem ferramentas embutidas nas plataformas para auxiliar com pesquisas e testes para os consumidores. 

Há ainda marcas que estão extrapolando o cenário habitual e se posicionam em jogos virtuais ou criam seus próprios games para expor os consumidores aos seus produtos e serviços. 

Nesse sentido, uma das próximas tendências que afetará o futuro da publicidade é o universo digital, conhecido como metaverso. Nele, a previsão é que marcas tenham seu ambiente com experiências imersivas e exclusivas. 

O poder da influência 

Na TV e no rádio, é comum observar a inserção de merchandising de produtos em programas com atores e apresentadores famosos. Na internet e, principalmente, nas redes sociais, existe um modelo de publicidade similar, mas que por pode ser uma opção mais acessível às empresas. 

Conhecido como marketing de influência, a prática é já é bastante utilizada. Consiste em um influenciador digital falar sobre sua experiência com um serviço ou produto e recomendá-lo. Assim, dependendo da forma como isso é feito, a mensagem pode chegar a atingir um público vasto e até transmitir mais confiança para a audiência. 

Conforme o Global Consumer Survey, , divulgado em janeiro de 2022, o Brasil é o maior mercado do mundo em marketing de influência, seguido da China. Aqui, em 2019, 36% dos brasileiros já se diziam impactados por esse tipo de publicidade e, em 2021, o índice já superava os 40%.


LEIA MAIS: Como criar público-alvo e persona da sua empresa?


As ferramentas e tecnologias por trás das campanhas publicitárias

Independentemente do porte da empresa, é possível realizar campanhas destinadas a públicos massivos ou focadas em pequenos grupos e indivíduos. Isso é resultado da adoção de recursos tecnológicos, que permitem criar anúncios personalizados, coletar feedback, avaliar respostas em tempo real, entre outros.

As ferramentas têm o papel não só de facilitar o processo de planejamento, criação e divulgação de um conteúdo publicitário, mas também de ajudar a mensurar resultados. Conheça algumas das técnicas utilizadas hoje e que também devem desempenhar uma parte importante no futuro da publicidade.

Pesquisa e Planejamento

De antemão, para criar qualquer campanha ou anúncio é preciso saber quem é o público. Fazer um publicação patrocinada em determinada rede social, por exemplo, quando a maior parte dos consumidores da marca estão em outra, gera um desperdício de recursos.

Porém, as ferramentas de pesquisa podem ir muito além de uma análise de presença em canais. Com a conectividade em alta, há grandes volumes de dados do consumidor disponíveis e que podem ser analisados para uma melhor definição da audiência. 

Como exemplo, é possível realizar um monitoramento do cliente em espaços físicos, por meio da Internet das Coisas (IoT). Da mesma forma, pode-se apostar em estratégias pós-venda para obter o feedback sobre a experiência de compra e saber as expectativas do consumidor.

Ou seja, a digitalização também encurtou distâncias, tornou possível criar grupos focais virtuais para apresentar e ter retorno sobre anúncios específicos. 

Análise de Dados 

Sobretudo, o que agrega, de fato, toda essa informação coletada e a transforma em conhecimento é o Big Data. Essa tecnologia permite a análise de grandes volumes de dados, sejam eles estruturados, como as tabelas, ou não-estruturados, como as imagens. 

Aliás, fotos, vídeos e posts de redes sociais são todos considerados elementos não estruturados, que não poderiam ser analisados e se tornar insights sem o Big Data. Além disso, todo o processamento dessas informações acontece de forma rápida e servem como suporte para a tomada de decisões. 

Um resultado interessante dessa análise de informações é a possibilidade de elaborar um atendimento personalizado. Essa já é uma tendência na mídia atual e também no futuro da publicidade. 

Ademais, para construir uma boa campanha publicitária, é preciso se atentar às mudanças no comportamento do consumidor, tanto quanto às demandas atuais. A diversidade e transparência são alguns valores estimados pelo público e que não eram tão importantes algum tempo atrás. 

Nesse sentido, a tecnologia também auxilia a descobrir tendências. Como exemplo, na Vivo Empresas, as soluções de Big Data se baseiam nas informações de mais de 77 milhões de clientes em todo o Brasil, seguindo as diretrizes da Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD).

Criação e Desenvolvimento

A maneira como os anúncios são criados foi bastante desenvolvida com a ajuda da tecnologia. Só para exemplificar, a publicidade consegue aplicar em divulgação para TV e redes sociais os elementos de animação e os outros efeitos usados em produções cinematográficas.

A cloud foi uma tecnologia crucial para o dia a dia dos profissionais de publicidade, visto que muitos programas são baseados na tecnologia. Softwares de edição, publicação e até ferramentas de colaboração são alguns dos serviços em nuvem que auxiliam no cotidiano publicitário.

Dessa forma,  locações, personagens e sequências de cenas podem ser realizadas com menor custo e mais qualidade. Isso é especialmente importante considerando que mensagens visuais costumam atrair mais a atenção das pessoas. Na internet, são facilmente compartilhadas e podem chegar a viralizar.

Os vídeos curtos, inclusive, estão entre as principais tendências de comunicação no meio digital em 2022, com a ascensão de plataformas como o Tik Tok e o Kwai.

Futuro da publicidade está conectado a tecnologia

Representação gráfica de bolha de chat em smartphone
Atualmente, o grande foco da publicidade está nas redes sociais, mas não será assim para sempre

Para deixar ainda mais claro como a tecnologia está mudando o futuro da publicidade, é possível citar alguns exemplos concretos presentes no cotidiano do setor.

A princípio, a automação nas plataformas de publicidade aumentaram a eficiência enquanto diminuíram gastos de tempo e dinheiro. Afinal, como em diversos outros setores, automatizar significa liberar a equipe de tarefas repetitivas para priorizar ações mais complexas. 

Principalmente quando consideramos o cenário da publicidade digital, que é multicanal, a automação é indispensável por permitir uma gestão integrada das campanhas.

Em seguida, a segmentação e a personalização só são possíveis graças a recursos tecnológicos como o Big Data. Os anúncios personalizados são resultados de uma segmentação extremamente precisa, com base na demografia, região geográfica, interesses e comportamento. 

Esses ads mostram aos clientes um conteúdo alinhado ao que eles costumam buscar e relacionados a produtos para esse perfil. Como resultado, possuem uma maior probabilidade de conversão.

Por sua vez, a personalização dos anúncios é uma tendência dentro da comunicação entre empresas e clientes. Essa técnica da publicidade digital é um passo importante na melhoria da experiência do usuário. É muito utilizada nas estratégias de remarketing para fidelizar consumidores.

Desafio no horizonte

Muito do avanço na eficiência da publicidade é consequência da coleta e da análise de informações, que permitem conhecer o público e personalizar as campanhas. Contudo, outra tendência em ascensão mundial é a preocupação com a privacidade de dados.

Nesse momento, grandes empresas de tecnologia, como o Google e a Apple, estão preocupados com essa questão. Entre as iniciativas dessas companhias está a eliminação de cookies de terceiros, um dos recursos que permite a segmentação de anúncios na internet. 

Mas o mercado está procurando alternativas. Os modelos de assinatura, por exemplo, já estão sendo configurados para obter acesso a dados primários. A exclusão está em fase de testes, mas deve ser implementada por completo apenas em 2023.

Assim, ainda há tempo para se planejar e utilizar outras tecnologias digitais para guiar o futuro da publicidade em um mundo sem cookies.

Conclusão

A publicidade e a tecnologia estão interligadas. A evolução das mídias e as mudanças no comportamento dos consumidores, exigem que o mercado publicitário se mantenha sempre atualizado. 

Ainda que esse setor tenha se desenvolvido bastante nos últimos anos, ainda existem novos caminhos para trilhar. O futuro da publicidade contará com:

  • A popularização do uso de tecnologias imersivas, como a realidade virtual ou aumentada, 
  • A extrapolação de plataformas convencionais, com mais anúncios em jogos e universos digitais,
  • A ascensão do potencial da Inteligência Artificial, viabilizando sistemas de recomendação e personalização ainda mais precisos. 

Portanto, não é preciso esperar as inovações chegarem para se destacar. Aliás, quem planeja ter sucesso no futuro da publicidade deve começar a aproveitar as oportunidades que já estão sendo utilizadas para se preparar. 

A Vivo Empresas tem a missão de digitalizar para aproximar. Para isso, oferece um portfólio completo de soluções de Conectividade e de serviços digitais, como Cloud, IoT, Big Data e Gestão de TI, que podem ajudar qualquer empresa a traçar boas estratégias de publicidade. 

Se quer conhecer outras tecnologias que auxiliam na publicidade e comunicação dos negócios, confira:

Até a próxima!

Foto do autor
Solicite um contato