HR Tech: o que é e como pode auxiliar na gestão de pessoas

Foto do autor

Os últimos dois anos, marcados pela pandemia, foram um enorme desafio para a sociedade e, consequentemente, para a área empresarial. Algumas companhias sofreram perdas enormes e até irreversíveis, mas é importante salientar que, diante desses cenários, sempre há o lado positivo. Um deles foi crescimento das chamadas HR Techs, ou seja, as startups de Recursos Humanos. 

Os responsáveis de RH se viram diante da necessidade de gerenciar equipes remotamente, quando nem sempre estavam acostumados. Por vezes, tiveram que cortar pessoal devido à crise e, adiante, fazer novas contratações na medida em que a economia ia se recuperando. Foram anos intensos que exigiram a busca incessante por tecnologias que ajudassem nesse processo, afinal era necessário automatizar cada vez mais atividades para ganhar tempo e reduzir custos. 

Foi assim que as HR Tech ganharam destaque, pois são especializadas justamente em oferecer soluções tecnológicas de software e hardware para facilitar a vida de quem gerencia pessoas.  

Esse tipo de empresa lança mão de recursos como Inteligência Artificial (IA), Machine Learning, Cloud e Big Data Analytics para digitalizar e automatizar tarefas burocráticas do setor de RH, deixando tempo para se concentrarem em atividades mais complexas que ainda exigem a presença do capital humano. 

Você que trabalha com RH ou simplesmente se interessa pelo assunto, continue lendo, pois, neste artigo, vamos abordar os seguintes pontos:

  • O conceito de HR Tech
  • As tecnologias usadas por essas empresas 
  • Os tipos de HR Tech
  • As vantagens para o seu negócio
  • O panorama do setor no Brasil

O que são as HR Techs?

As HR Tech são empresas dedicadas a oferecer soluções tecnológicas de recursos humanos. O termo vem do inglês Human Resources Technology, por isso, o RH invertido. Pode-se dizer que essas startups assumem o papel de copiloto na gestão de pessoas, pois robotizam funções normalmente demoradas como organização de folha de pagamento, frequência, gerenciamento de férias, análise de desempenho e até novas contratações ou desligamentos. 

De modo geral, o objetivo de uma HR Tech é aumentar a produtividade, eficiência e reduzir custos do setor de Recursos Humanos. Imagine que você tenha um funcionário para organizar a folha de pagamentos e que ele gaste dois ou três dias do mês para fazer isso. Então, se existir uma ferramenta onde os dados são inseridos corretamente e todo o restante é feito de forma automática, muito tempo é ganho ao final. Essa mesma pessoa pode se concentrar em outras atividades menos mecânicas. 

Os softwares de RH antes integravam as soluções de ERP, mas, com o passar do tempo, sobretudo nos últimos 20 anos, ganharam cada vez mais recursos ligados a tecnologias inteligentes. Assim, adquiriram importância e, agora, são vistos como parte essencial na organização, afinal de contas a força de trabalho é o principal ativo da empresa. Com esse cenário, é natural que mais investimentos sejam direcionados ao setor. 

Segundo o HR Technology 2021, publicado em abril de 2021, pelo especialista Josh Bersin, o mercado de treinamento e desenvolvimento (T&D) soma US$ 240 bilhões por ano, já as soluções de recrutamento, avaliação e entrevistas representam mais US$ 250 bilhões. 

O estudo também destacou que a pandemia mudou o setor radicalmente, pois empresas de todos os tamanhos se viram obrigadas a enviar as pessoas para casa e trabalhar remotamente. 

Dessa forma, algumas soluções que vinham sendo usadas de maneira experimental e sem muito compromisso, acabaram por se tornar cruciais para os negócios.

Webinar | Tecnologia M2M_V1

Os principais tipos de HR Tech

Existe uma gama de serviços propostos pelas startups HR Tech e que podem abranger desde a análise de currículos no funil de contratação até o processo de desligamento do colaborador da empresa. Vamos detalhar os seis principais tipos logo abaixo:  

Recrutamento e Seleção

As empresas recebem centenas de currículos e, às vezes, ficam perdidas tentando escolher alguém. No entanto, usando tecnologias de IA  e conectividade, o processo fica mais rápido e assertivo. Um exemplo é a Taqe, que usa big data, algoritmos e gamificação para unir o perfil perfeito à melhor vaga. Outros exemplos são a Catho e a Gupy .

Core de RH

O Core de RH é um termo abrangente, que inclui a realização de funções básicas dos recursos humanos. Esse tipo de ferramenta talvez represente os primórdios da automação na área, porque permitia liberar a equipe de gestão de tarefas burocráticas como controle de ponto, papelada de admissão, folha de pagamento, férias e benefícios. Pode parecer simples, mas são dados confidenciais que precisam ser gerenciados com segurança.

Gestão de talentos 

Como estabelecer padrões e descobrir o nível de satisfação dos seus colaboradores? Todo mundo sabe que reter talentos e reduzir a rotatividade é uma preocupação constante dos gestores de RH. Uma HR Tech vai usar a tecnologia para analisar o perfil dos funcionários, identificar se seriam melhor aproveitados em outro setor ou até mesmo entender quem tem o temperamento de liderança. 

Dessa forma, possíveis promoções e planos de carreira vão ganhar ajuda de soluções digitais. Um exemplo é a Aevo Innovate, uma ferramenta que, entre outras diversas funções, viabiliza a coleta, seleção e análise de ideias inovadoras dadas pelos colaboradores.

Office Services 

Nem tudo é virtual quando falamos de serviços prestados pelas HR Tech, já que algumas trabalham justamente organizando o espaço físico das empresas. Principalmente agora, com modelos híbridos, a unidade empresarial precisa ser mais atrativa ao funcionário. 

Nesse contexto, estão incluídas soluções de ergonomia, de aproveitamento do espaço coletivo e áreas de lazer dentro e fora da empresa, ou seja, promovendo o bem-estar no meio corporativo. Um exemplo é a startup Gympass que concede acesso a academias de ginástica ou a atividades como yoga ou meditação. Já a Escala Espaços permite que os funcionários em modelo híbrido reservem, via aplicativo, as estações de trabalho quando forem trabalhar presencialmente. 

Offboarding 

Um dos momentos mais delicados entre empregado e empregador é quando precisam colocar um fim na relação. As HR Tech dessa área criam soluções para auxiliar nesse momento, como entrevistas humanizadas, seja ao vivo ou por videoconferência. Isso pode ser bem útil para quem está em trabalho remoto ou em filiais distantes da sede. 

Uma das poucas empresas do setor no Brasil é a Medei, que oferece, entre outras soluções, homologação digital, logística reversa – buscar equipamentos que estejam na casa do funcionário – e, até mesmo, fazem mapeamento do perfil dos ex-funcionários analisando os motivos pelos quais foram desligados.

Sistemas de Gerenciamento de RH

Esse tipo de solução é mais abrangente e reúne as diversas funcionalidades vistas acima. São normalmente softwares mais robustos que vão tratar do setor de Recursos Humanos desde a contratação do funcionário, passando por processos de promoção até o desligamento. Chamado também de HRMS, do inglês Human Resources Management System, consegue monitorar a eficiência do colaborador, tempo de permanência na empresa ou esforço para atingir certas metas.

Aumento da produtividade e eficiência estão entre vantagens  

Agora que explicamos quais os tipos mais comuns de HR Tech, vamos falar sobre os benefícios que elas podem proporcionar ao seu negócio. Primeiro, é preciso entender que esse tipo de solução serve para empresas de todo porte, desde as pequenas até as grandes.

Uma padaria de bairro, um curso de idiomas, uma confecção de moda, uma empresa de telecomunicações – todos têm empregados e precisam de um setor de Recursos Humanos que funcione bem. Abaixo, confira algumas vantagens ao adotar essas soluções. 

Processo seletivo mais eficiente

A busca de talentos não é uma tarefa das mais fáceis, por isso o melhor é deixar encargo para quem entende do assunto. Uma HR Tech de seleção e recrutamento vai usar um software de rastreamento dos melhores candidatos para a vaga. 

Algumas são capazes de criar um banco de dados com perfis ideais para a sua empresa e assim que uma posição for aberta o gestor de RH pode ir procurar. As soluções digitais também vão ajudar a organizar entrevistas, avaliar a personalidade e dar feedbacks quando o processo acabar. 

A automação gera eficiência e menos erros, isso é um fato. Imagine fazer folhas de pagamento, benefícios, férias e relatórios de desempenho em planilhas manualmente? É bem provável que alguém erre em algum dado e o funcionário fique sem o seu vale refeição do mês. A inserção da mesma informação em vários locais é uma tarefa burocrática, demorada que gasta tempo.

Menos burocracia na gestão de dados

A automação gera eficiência e menos erros, isso é um fato. Imagine fazer folhas de pagamento, benefícios, férias e relatórios de desempenho em planilhas manualmente? É bem provável que alguém erre em algum dado e o funcionário fique sem o seu vale refeição do mês. A inserção da mesma informação em vários locais é uma tarefa burocrática, demorada que gasta tempo.

Ganho de tempo para empresa e funcionários

Vamos a um exemplo prático de ganho de tempo quando dados estão bem gerenciados por uma solução de RH. Algumas soluções propostas pelas HR Tech permitem autoatendimento da parte dos funcionários, ou seja, um portal onde podem acessar informações sobre o contrato, pagamento, política de férias, licenças, legislação trabalhistas. Isso evita que  precisem acionar o RH toda vez que tenham uma dúvida. As duas partes se beneficiam. 

Aumento da produtividade 

Sem dúvidas é um dos maiores benefícios porque melhora a performance tanto da equipe de RH quanto dos funcionários de outros setores. Uma solução de automação que reduz erros e alivia o trabalho do time vai deixá-los livres para outras tarefas mais estratégicas, como identificar e reter talentos. Para o restante dos colaboradores, uma ferramenta de integração que melhore a comunicação interna e forneça soluções de bem-estar seguramente vai melhorar o desempenho. 

Redução de custos 

É sempre bom lembrar que as ferramentas de automação, incluindo as de gestão de pessoas, têm como consequência a redução de custos. Afinal de contas, se tempo é dinheiro, evita equívocos  e trabalho inútil vai incrementar os lucros. Um dos erros dos gestores é achar que o custo de implementar essas soluções é alto, mas é necessário olhar adiante para os benefícios e ver como isso está se convertendo em ganhos para a empresa. 

Avaliação humana não pode ser substituída

O Brasil ainda está engatinhando no cenário das HR Tech. Mas, ao que tudo indica, há enorme potencial de crescimento, principalmente se pequenas e médias empresas começarem a adotar essas soluções.  

Um relatório da plataforma de inovação aberta Distrito, divulgado em outubro de 2021, identificou 356 startups focadas em soluções de recursos humanos no Brasil. Desde 2000, foram investidos US$ 3,4 bilhões, mas o dado interessante do estudo é que a maior parte desse investimento se concentrou a partir de 2019. 

Além disso, outro diagnóstico do relatório é que situações extremas e complexas como a que vivemos durante a pandemia exigem mais capital humano, portanto boa parte dos investimentos nesse período foi em soluções envolvendo qualidade de vida. Outro destaque foi para ferramentas de banco de talentos, refletindo o cenário de desemprego no país, e as tecnologias para trabalho remoto. 

Há uma conjuntura promissora para as HR Tech no Brasil, mas é importante frisar que existem desafios. No que diz respeito a digitalização, a Vivo Empresas oferece várias ferramentas úteis para as startups. Por isso, mantém um portfólio amplo e diversificado e oferece vários tipos de tecnologias, desde conectividade à Internet das Coisas (IoT).

Gostou de saber mais sobre HR Tech e recursos humanos? Então veja essa seleção de artigos que também podem interessar:

Foto do autor
Solicite um contato