SD-WAN: mais conectividade e segurança para empresas com funcionários em casa

Foto do autor

Imagine estar no meio de uma apresentação online importante e perder a conexão? Essa desconfortável situação já ocorreu e continua a acontecer com muitos profissionais que passaram a trabalhar de casa desde o começo da pandemia. Mas não com aqueles cujas empresas contavam com uma aplicação de SD-WAN.

SD-WAN é a sigla de Software-Defined Wide Area Network. Traduzindo, significa rede de longa distância definida por software. Trata-se de uma solução para monitoramento, segurança, controle e priorização do tráfego da rede de dados. 

A boa notícia é que ter um SD-WAN, hoje, é uma possibilidade para empresas de todos os portes. E a demanda por esse serviço aumenta proporcionalmente ao impulsionamento do home office.

Quer entender melhor como essa tecnologia pode auxiliar organizações que estão investindo no trabalho híbrido ou remoto? Confira todos os detalhes neste artigo.

Você verá:

  • O que é e como funciona o SD-WAN 
  • Vantagens de se adotar o SD-WAN nos negócios
  • Gestão de redes com o aumento do trabalho remoto
  • Solução para empresas de todos os portes
  • Investimentos em SD-WAN devem crescer
  • Quatro tendências em SD-WAN para 2022

O que é e como funciona o SD-WAN 

Ter uma conexão robusta e sem falhas é importantíssimo para os negócios, seja qual for o porte ou o setor econômico.

Atualmente, para que as empresas possam assegurar a produtividade e a colaboração de suas equipes, é essencial investir em conectividade. Com o impulsionamento do trabalho remoto e das soluções alocadas em nuvem, o SD-WAN se tornou uma das alternativas mais eficientes.

A tecnologia ajuda a priorizar a rede para o que é mais importante, reservando-a para as atividades cruciais da companhia. Assim, são evitadas as interrupções de conexões, que podem prejudicar a produtividade e levar a prejuízos financeiros. 

No entanto, nos dias de hoje, algumas companhias que não adotaram a solução ainda recorrem a uma alternativa bastante comum: utilizarem um plano de banda larga e a outro de internet dedicada, de operadoras distintas. 

Esse modelo, entretanto, exige uma gestão apurada dos diferentes provedores e soluções de conectividade. Para cumprir a tarefa, a empresa muitas vezes precisa alocar um colaborador, ou até mesmo uma equipe inteira. Dessa maneira, o cenário pode exigir um grande investimento de tempo e dinheiro.

O SD-WAN faz esse mesmo trabalho de gestão de redes de forma automatizada. Pesquisas de tendências apontam a solução como uma das mais recomendadas para essa finalidade. Com mais pessoas trabalhando em home office, o uso da ferramenta também deve crescer. 

Na pesquisa Market Impact: Cloud Shift – 2022 Through 2025, o Gartner prevê que, daqui três anos, 51% dos orçamentos de TI das empresas globais sejam destinados ao desenvolvimento e operações de sistemas baseados em nuvem.

Webinar | SD-WAN navegar na internet desempenho_V1

Vantagens de se adotar o SD-WAN nos negócios

A demanda por conexões de alto desempenho e ferramentas capazes de assegurar estabilidade, segurança e disponibilidade da rede é crescente. 

A solução de SD-WAN da Vivo Empresas, por exemplo, oferece vantagens como serviço completo de gestão e acompanhamento de redes, relatórios inteligentes, balanceamento de links próprios e de terceiros e priorização de tráfego entre as aplicações.

Quem contrata tem, ainda, acesso a atualizações de políticas de rede e novas implementações realizadas automaticamente, por meio da nuvem, sem falar de proteção e segurança, pela criptografia de dados em todas as aplicações.

A Vivo Empresas fornece o serviço em parceria com diversos fabricantes do mercado. Os benefícios de sua implementação são expressivos: centralização de toda a rede de dados, aumento de desempenho, maior performance dos links, melhora da experiência do usuário, simplificação e automação dos processos e redução de custos. 

Em um painel sobre o tema, no Vivo Empresas Inspira, o Service Provider strategic sales manager da Cisco, Marcelo Nunes, destacou que o Brasil tem muito a ganhar com o avanço dessa tecnologia, pois há profissionais em regime de home office espalhados por todo o território nacional. 

“A solução é garantia de conectividade, onde quer que esteja a empresa ou o profissional, com segurança embarcada. O SD-WAN entrega tudo isso e é um serviço que todas as empresas conseguem pagar”, afirma Marcelo.

Solução para empresas de todos os portes

Ao escolher o melhor canal de comunicação a partir de fatores importantes para a companhia, como agilidade e níveis de segurança, o SD-WAN garante a conexão de diferentes ambientes de rede e otimiza o tráfego entre elas. 

Com o aumento de colaboradores atuando em casa, é fundamental ter uma infraestrutura capaz de atender às exigências do formato. Com o SD-WAN, a empresa garante acesso remoto aos trabalhadores somente com recursos internos e na nuvem, eliminando o investimento em equipamentos. 

É possível, por exemplo, viabilizar o acesso remoto à rede da organização pela VPN client-to-Site, conceder acesso ágil e eficiente a serviços alocados na nuvem e proteger os dados intercambiados, já que as informações são criptografadas. 

Outro benefício é a possibilidade de transferir a gestão de redes para um data center, ou mesmo para a nuvem. Esta também é uma vantagem para pequenas empresas, sem infraestrutura de TI. 

Segundo o Gerente sênior de Pré-Vendas da Vivo Empresas, Alexandre Kim, o SD-WAN permite levar essa operação “para um ambiente mais robusto, com mais disponibilidade, agregando camadas de segurança e evitando contingências inimagináveis”. 

Kim defende, ainda, que a solução traz escalabilidade para as organizações. E espera que a implementação do 5G faça o uso da ferramenta crescer em todo o Brasil.


LEIA MAIS: Data Center virtual: entenda as vantagens e os tipos de serviços oferecidos


Investimentos em SD-WAN devem crescer

Em 2021, a Frost & Sullivan divulgou os resultados de uma pesquisa para a qual ouviu 153 usuários finais de SD-WAN na América Latina. Desses profissionais de TI entrevistados, 39% relataram já terem usado a tecnologia e 34% anunciaram estarem dispostos a migrar para a solução em até 24 meses. Brasil, México e Colômbia lideram essa demanda. 

Na América Latina, a maioria dos projetos de instalação de SD-WAN ainda ocorre em corporações com mais de 500 funcionários. Contudo, há crescente interesse das empresas de médio porte.

Os setores de varejo, financeiro, saúde e governo, inclusive, são exemplos de segmentos que já utilizam a infraestrutura de rede definida por software

O SD-WAN vem crescendo dentro do contexto do home office

O SD-WAN vem crescendo dentro do contexto do escritório em casa, uma vez que garante o sucesso de negócios que dependem da conectividade. A sexta edição da pesquisa Aryaka Global State of the WAN (SOTW) revela essa tendência.

A partir de insights de mais de 1.600 tomadores de decisão, entre CIOs, profissionais de rede, segurança e nuvem de empresas de todo o mundo, o relatório revela como as mudanças no nosso entorno vêm impactando algumas tendências em tecnologia. A pandemia de covid-19 tornou-se um exemplo clássico.

Uma das constatações do estudo é de que as organizações estão apostando em modelos híbridos. Muitas vêm se esforçando para que parte ou toda a força de trabalho seja permanentemente remota. Nesse contexto, há um aumento nos gastos em rede e em camadas de segurança.

Ainda de acordo com o relatório, os investimentos em tecnologia estão em alta, com foco na transformação digital. Esse movimento deve acelerar a implementação de soluções que priorizem a nuvem, como SD-WAN.

A especialista em tecnologia Lisiane Lemos destacou, de forma assertiva, o crescente investimento das companhias brasileiras no uso das redes: “O SD-WAN não é mais uma opção para o early adopter. Mais de mil empresas já usam a tecnologia fornecida pela Vivo Empresas”.

Quatro tendências em SD-WAN para 2022

O gerenciamento de tráfego de dados durante a pandemia foi um dos desafios enfrentados por muitas empresas. A rede definida por software foi uma das áreas de TI mais afetadas pela pandemia. Nesse contexto, quatro tendências podem impulsionar a valorização do SD-WAN em 2022:

SD-WAN como serviço

No passado, empresas afetadas por problemas de redes difíceis de resolver implantaram uma espécie de DIY SD-WAN, ou seja, um “faça você mesmo a sua gestão de redes”. A abordagem funcionou, melhorando a prestação de serviços e reduzindo os encargos de gerenciamento. Como consequência, organizações com menos problemas seguiram o exemplo dos pioneiros.

A tendência é de que as organizações com redes terceirizadas comecem a exigir as mesmas melhorias em seus serviços, assim como maior liberdade para combinar a conectividade. 

Os provedores de serviços têm, pelo menos, uma opção de SD-WAN para seus clientes. As ofertas variam de implantações gerenciadas de tecnologia DIY a portfólios baseados em rede específicos para operadoras.

SD-WAN e acesso remoto seguro

A funcionalidade SD-WAN está relacionada ao Secure Access Service Edge (SASE). Durante a pandemia, alguns provedores colocaram endpoints em residências, como dispositivos físicos ou clientes de software.

Alguns operadores de acesso remoto seguro também oferecem opções em um modelo semelhante à nuvem. Em vez de as empresas gerenciarem vários dispositivos VPN em data centers, para permitir o acesso remoto seguro aos serviços, elas comprariam a conectividade segura como um serviço.

Duas tendências se tornarão mais comuns agora: combinar SD-WAN e tecnologia de acesso remoto seguro e substituir SD-WAN por acesso remoto seguro.

Inteligência Artificial em SD-WAN

A inteligência artificial (IA) está chegando ao SD-WAN. A tendência é vermos ofertas combinando as tecnologias, tanto de provedores de serviços quanto de fornecedores.

Além de otimizar a seleção de caminhos de tráfego, a IA pode fornecer melhores definições de políticas, assistência para solução de problemas, desempenho mais inteligente e monitoramento de segurança. 

SD-WAN e WAN sem fio (WWAN)

Podemos esperar por um aumento no uso de links sem fio para conectividade de última milha em SD-WAN. Graças a essa tecnologia, os serviços 4G e 5G estão, por fim, se destacando. 

Em situações em que a WWAN não é a única forma de conectividade, a SD-WAN permite o controle baseado em políticas de como usar o serviço. Em outras, em que existe apenas WWAN, a SD-WAN pode equilibrar o tráfego entre vários provedores, mover o tráfego de um serviço sobrecarregado para um que seja menos, melhorando a qualidade do serviço.

Como adotar o SD-WAN no home office da minha empresa

Como foi dito, o SD-WAN monitora o tráfego, com o objetivo de garantir estabilidade e disponibilidade, identificando e resolvendo problemas em tempo real, sem que o usuário sinta. Toda a gestão pode ficar a cargo da Vivo Empresas, liberando a área de TI da corporação para focar na atividade principal do negócio.

Para isso,  oferece diversas soluções para amparar a sua organização no processo de evolução digital. Além dos tradicionais serviços de conectividade, traz em seu portfólio um produto específico para atender a essa demanda, o Vivo Gestão de Redes

A tecnologia monitora o tráfego, com o objetivo de garantir estabilidade e disponibilidade, identificando e resolvendo problemas.

Adicionalmente, a Vivo Empresas também dispõe de soluções baseadas em cloud, IoT, Big Data, segurança digital e outros, para ajudar você e a sua empresa.

Confira outros artigos sobre o tema:

Até a próxima!

Foto do autor
Solicite um contato