Soluções digitais ajudam a otimizar a gestão no varejo

Investir em novas tecnologias de forma inteligente é o caminho para trazer mais eficiência às operações digitais

09/11/2020 às 12:01

Em 2020, o mundo se transformou. Em resposta à pandemia, diversos setores precisaram recorrer ao ambiente virtual para assegurar a continuidade do negócio e manter suas vendas. Porém, encontraram muito mais do que uma resposta à crise. 

O uso inteligente da tecnologia abriu um novo leque de possibilidades às empresas – em especial, ao setor varejista. E, assim, permitiu desde a otimização dos processos de gestão até a ampliação  da abrangência do negócio.

Desde o início da pandemia até o mês de julho, se abriram 135 mil novos e-commerces, o que significa a abertura de uma média de 45 novas lojas por hora,

E na retomada do apetite dos consumidores, as soluções digitais desempenham papel  essencial para garantir agilidade, eficiência e destaque no mercado.

Quer saber mais sobre como as tecnologias digitais vêm impulsionando a evolução do varejo? Neste artigo, você verá:

  • Cenário da digitalização do varejo
  • Conectividade é palavra-chave
  • Para otimizar a gestão no varejo, é necessário investir de forma inteligente

Digitalização do varejo: cenário atual

Mesmo antes da imposição do isolamento social, aqui no Brasil, a cultura de compras online já era bastante difundida mas ainda distante de seu potencial máximo. Contudo, nesse período, 7,3 milhões de brasileiros realiram sua primeira transação em e-commerce, segundo um levantamento da Ebit/Nielsen realizado em julho de 2020. 

Além disso, até mesmo entre os ‘habitués’ do comércio eletrônico, que somam 41 milhões de usuários ativos, observou-se uma expansão dos serviços utilizados. 

Como resultado, a pesquisa ainda apurou que, no primeiro semestre do ano, o faturamento de lojas virtuais no País cresceu 47%. Essa foi a maior alta do setor nos últimos 20 anos.

levantamento da Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm) divulgado em julho indica que, desde o início da crise de Covid-19, foram abertos mais de 135 mil novas lojas virtuais.

Brasileiro está acostumado a comprar online (GettyImages)

Em síntese, durante esse período, o e-commerce se mostrou uma saída lucrativa. E a tendência é de que e continue  a avançar nos próximos anos, mesmo com a reabertura dos estabelecimentos físicos.

De acordo com o Google Survey realizado de maio a junho de 2020, 51% das pessoas que optaram pelo e-commerce de alimentos no período dizem manterão o hábito depois da quarentena

A consultoria Forrester, por sua vez, afirma em artigo divulgado em seu blog, que as marcas devem voltar seus investimentos em tecnologia e marketing no ano de 2021 para a retenção de clientes, com vistas para otimização e foco local em suas campanhas.

Dessa forma, é possível entender que otimizar a gestão do varejo de forma a ter uma operação virtual cada vez mais integrada e eficiente é essencial nesse cenário.


LEIA MAIS: Varejo: saiba como a tecnologia contribui para a inovação nos negócios


E-book | Implementar estratégias de e-commerce_V1

Conectividade é a chave para otimizar a gestão do varejo

Entre agosto de 2019 e o mesmo mês de 2020, o setor de varejo observou um crescimento de 40% no volume do comércio digital. Assim, de, surgiram 370 mil novos e-commerces no País, segundo a 6ª edição do Perfil do E-commerce Brasileiro, realizada pelo PayPal em parceria com a Big Data Corp.

No entanto, a pressa para realizar a migração para o meio digital pode ter atrapalhado a acuidade em determinados processos dedicados a otimizar a gestão do varejo.

Para corrigir isso, um dos primeiros passos é assegurar a contratação de um serviço de Conectividade de alta qualidade, capaz de suportar esse crescimento. Isso porque, para as lojas virtuais, é crucial assegurar a disponibilidade do site, bem como uma rápida operação online.

Adicionalmente, outras soluções como a Cloud Computing — que oferece fácil ampliação da capacidade de tráfego e de armazenamento de dados — também necessitam de uma boa conexão.

De forma semelhante, a conectividade também é importante para que lojas físicas possam trazer outras inovações ao seu negócio, como o pagamento por aproximação. 

Aliás, essa nova tecnologia também foi impulsionada pelas medidas de isolamento e deve seguir como tendência mesmo após a crise. De acordo com um estudo da Visa Consulting & Analytics publicado em outubro de 2020, o uso de pagamento por aproximação no Brasil cresceu 40% no primeiro semestre deste ano.


LEIA MAIS: Vendas online em alta: seu e-commerce está preparado para receber mais visitantes?


Para otimizar a gestão no varejo, é necessário investir de forma inteligente 

Investir em novas tecnologias é essencial para se recuperar e crescer. Contudo, deve ser feito de forma inteligente, com a otimização de recursos e o uso de soluções customizadas para o negócio.

Muitos empreendedores se desencorajam de implementar tecnologias devido ao gasto inicial para compra de equipamentos. Porém, há outros caminhos para tornar essa despesa um custo diluído operacional. Como exemplo, a Vivo Empresas, oferece o Vivo Tech, uma opção de aluguel de dispositivos de microinformática como notebooks e impressoras.

Outro ponto que se torna cada vez mais crítico é a segurança da informação. Ter visibilidade do que acontece nesse ambiente é essencial para otimizar a gestão do varejo e identificar vulnerabilidades. De acordo com dados da Fortinet, de janeiro a junho de 2020, aconteceram mais de 2,6 bilhões de tentativas de ataques cibernéticos no Brasil

Além da mitigação de ciberataques, também é preciso se adaptar à Lei Geral de Proteção de Dados. A LGPD analisa o tratamento de dados pessoais, o que inclui casos de vazamento de informação de usuários. 


LEIA MAIS: Ações fraudulentas: tecnologia digital reduz riscos em e-commerces


Em outras palavras, é imperativo implementar processos de cibersegurança que ajudem a proteger não apenas a rede corporativa, mas também os dados dos clientes, deve ser uma prioridade para qualquer negócio. 

Conclusão

De forma acelerada, o mundo se torna cada vez mais digital. E, para acompanhar esse movimento, é preciso se adaptar. A inovação vem para trazer eficiência e segurança, além de impulsionar o crescimento de negócios.

O comércio brasileiro se destacou positivamente durante a pandemia. Mas ainda há muitos passos que podem ser dados para otimizar a gestão do varejo.

E, para essa transformação, é imprescindível contar com um parceiro especializado e experiente, líder em seu segmento de atuação, como a Vivo Empresas

Para apoiar a transformação de pequenos e grandes empreendimentos, desenvolvemos soluções que atuam em toda a jornada de compra, do planejamento à implementação. 

Quer saber mais sobre o assunto? Confira estes artigos:

Conte com a gente para implementar uma operação rápida e segura pensada para o seu negócio!

Compartilhe este conteúdo!

Solicite um contato
campo obrigátório

Enviamos conteúdos do seu interesse para seu e-mail, cancele a qualquer momento.

Cadastro efetuado com sucesso!

Em breve você receberá os melhores conteúdos para ajudar a gerenciar, expandir ou inovar o seu negócio