7 benefícios da evolução digital da educação

Conectividade e soluções em Cloud são algumas das ferramentas que ajudam instituições públicas e privadas pelo Brasil

04/08/2020 às 9:00

A evolução digital tem modificado diversos setores. E na educação, tem se tornado um pilar importante de quebra de paradigmas e de modificação dos modelos tradicionais.

Nos últimos anos, diversos investimentos são realizados pelo MEC (Ministério da Educação) para ampliar a digitalização das escolas, o que também tem se refletido na relação entre alunos, pais e professores.

A inserção da tecnologia no ambiente de ensino, portanto, promove diversos benefícios. E, para entender cada um deles, mostraremos a seguir como eles impactam diretamente os resultados de aprendizado e a disseminação do conhecimento.

Neste artigo, você vai ver:

  • A otimização de tempo
  • O acervo digital
  • A ampliação de conexões
  • O conhecimento sob demanda
  • A redução de custos
  • Maior acessibilidade
  • Compartilhamento

Imagem de um teclado mostrando a palavra e-learning escrita para simbolizar a evolução digital na educação.
As aulas online são apenas uma das vantagens que a evolução digital trouxe para a educação. Foto: Getty Images

1-) Otimização de tempo

No início dos anos 2000, o advento da internet possibilitou a criação de um novo cenário para diversos mercados e acelerou o processo de globalização. Com a disseminação das barreiras físicas, a forma de ver o tempo mudou, já que a possibilidade de estar presente virtualmente em múltiplos locais se tornou uma realidade.

Na educação, a evolução digital também otimizou o tempo, pois possibilitou que processos, antes feitos presencialmente, pudessem ser realizados ou encurtados digitalmente. Agora, reuniões como as de pais e mestres, podem ser realizadas por videochamadas, assim como documentos podem ser entregues virtualmente.

Assim, a transformação digital na educação contribui com a otimização do tempo dos docentes e também dos responsáveis pelos alunos que podem acompanhar o ensino dos estudantes mais de perto.

É claro que para essa ação seja realizada com sucesso, é necessário investir na modernização da infraestrutura tecnológica, assim como na qualidade da conectividade da instituição.

Veja mais sobre evolução digital:

Imagem de uma menina mexendo no computador ao lado da mãe que a ensina e da irmã que faz lição em um caderno.
Aprendizado a distancia se torna mais fácil com acervo digital. Foto: Freepik
Webinar | Computação em nuvem ajuda na área financeira_V1

2-) Acervo digital

A criação de um acervo digital de conteúdo é bastante difundida no ensino superior, tanto público quanto privado. A evolução digital permitiu que diversos formatos fossem compilados em uma plataforma online, facilitando a busca e o acesso.

Esse modelo quebra a linha da tradicional presença física, pois facilita a conexão de grandes obras literárias e conteúdos relevantes com os alunos. Assim, permite a criação de uma base homogênea de conhecimento.

Para um acervo online é necessário investir em servidores em Cloud, que suportam a alocação de um grande volume de materiais na biblioteca virtual. Assim, garantem maior disponibilidade e estabilidade para o acesso dos estudantes.

3-) Ampliação de conexões

Outro benefício é a potencialização do contato e o fortalecimento das conexões entre alunos, profissionais da educação e instituições de ensino no ambiente virtual.

A troca de informações é ampliada, portanto, criando-se uma cadeia mais qualificada e forte, que propicia um cenário educacional com pilares mais robustos e definidos.

Em um país como o Brasil, com dimensões continentais, essa conexão é importante. Porque ao mesmo tempo que se respeitam as diferenças regionais, também é possível ter a visão do todo, graças a essa troca de experiências.

Imagem de quatro jovens segurando tablets e assistindo uma aula por uma televisão.
Evolução digital na educação também permite mais contato entre alunos, professores e instituições de ensino. Foto: Getty Images

4-) Evolução digital para o On demand

Atualmente, o consumo de entretenimento on demand, ou sob demanda, é muito comum. Plataformas como Netflix, Youtube, Amazon Prime, Spotify, entre outras, democratizaram esse modelo de conteúdo.

Poder assistir o material quando e onde quiser facilita o acesso, ainda mais com o crescimento da quantidade de smartphones e a potencialização da internet móvel.

O sistema educacional deve usufruir dessa evolução digital, oferecendo matérias adaptadas a diversos formatos como, por exemplo, vídeos curtos, podcasts, aulas online, entre outros.

Essa adaptação é uma tendência e um diferencial. No entanto, a estratégia deve, prioritariamente, levar em consideração o público para o qual  o conteúdo será produzido. Assim, será possível garantir a assertividade e o engajamento.

Imagem de um robô lendo um livro para simbolizar a evolução digital na educação.
A conexão entre tecnologia e educação já é uma realidade. Foto: Freepik

5-) Evolução digital ajuda na redução de custo

Tradicionalmente, o uso de tecnologias digitais está relacionada à otimização de custos em longo prazo. A economia pode ser vista no menor consumo de materiais físicos como impressões, apostilas e comunicados.

Além disso, a instituição poderá diminuir o investimento com infraestrutura, reduzindo o tamanho da sede física, no caso da priorização das aulas online vir a se tornar uma decisão do negócio.

Ou ainda na otimização do tempo dos funcionários que realizam processos burocráticos. O atendimento da secretaria, por exemplo, pode ser todo virtualizado, possibilitando o redirecionamento desses colaboradores a outras atividades.

6-) Maior acessibilidade

Cerca de 28% da população brasileira não tem acesso à educação. Portanto, a acessibilidade é um fator primordial para a evolução digital. Permitir que mais pessoas se conectem à rede é uma das principais vantagens, já que favorece o fortalecimento social. E isso é importante para impulsionar diversas camadas e setores.

Um sistema conectado a uma rede estável, com servidores repletos de conteúdos relevantes, criará uma experiência única para o setor educacional. Isso porque reúne o melhor dos dois mundos: um grande público e uma experiência altamente qualificada.

Um exemplo disso é o projeto Profuturo, que aposta na digitalização da educação para auxiliar a alfabetização e a instrução de pessoas a um custo acessível. 

7-) Compartilhamento

O compartilhamento de informações já se tornou um hábito comum para quem está conectado. Áudios, vídeos e imagens são ainda mais fáceis de se compartilhar nas redes sociais, como WhatsApp e Instagram.

Na educação, esse processo facilita a conexão entre os agentes da cadeia educativa. A distribuição fortalece o conhecimento e expande o desejo de quem quer ou precisa aprender.

Conclusão

A evolução digital veio para ficar e está modificando a forma como a educação se conecta com estudantes e docentes. Isso traz inúmeros benefícios, tanto para os alunos quanto para as instituições de ensino.

No entanto, para fazer parte dessa transformação é preciso investir em tecnologias digitais modernas, como uma conexão de rede robusta, ferramenta em nuvem e em Segurança da Informação. Essas e outras soluções, você encontra na Vivo Empresas.

Quer se aprofundar nesse tema? Confira outros artigos que trazem mais detalhes sobre a aplicação da tecnologia de ponta na educação:

Até a próxima!

Compartilhe este conteúdo!

campo obrigátório

Enviamos conteúdos do seu interesse para seu e-mail, cancele a qualquer momento.

Cadastro efetuado com sucesso!

Em breve você receberá os melhores conteúdos para ajudar a gerenciar, expandir ou inovar o seu negócio