Segurança da Informação no trabalho remoto: como blindar processos

08/12/2020 às 11:30

O trabalho remoto foi adotado em larga escala durante os meses iniciais da pandemia e, por ter obtido bons resultados, o modelo deve perdurar em muitas companhias.

A mobilidade, definitivamente, foi reconhecida como um fator positivo no universo empresarial, pois traz flexibilidade e produtividade. No entanto, também abre espaço para questionamentos sobre a segurança da informação.

Com tantos dispositivos, acessos, redes, senhas e canais de comunicação, como evitar o ataque de criminosos? Pesquisas indicam uma elevação nesse tipo de investida durante a quarentena. 

A boa notícia é que existem diferentes formas de blindar a rede corporativa e os dados da empresa — e a tecnologia digital viabiliza a maior parte delas.

Neste artigo, você verá as principais soluções tecnológicas mais indicadas para um projeto de segurança cibernética:

  • Por que a cibersegurança é tão importante nesse novo cenário
  • Como orientar os trabalhadores remotas
  • De quais formas a tecnologia pode ajudar

Novo cenário requer mais atenção à cibersegurança

O trabalho remoto é uma das tendências estratégicas mais capazes de tirar as empresas da crise em 2021, segundo a consultoria Gartner. Um relatório global realizado pela McKinsey também traz o modelo como um dos pilares da transformação digital.

No entanto, o maior volume de pessoas atuando fora da empresa, tem impulsionado os ataques virtuais. 

Um relatório divulgado pela NSFocus em outubro de 2020, por exemplo, mostrou que criminosos continuam invadindo roteadores caseiros para minerar bitcoins e formar botnets.


BAIXE O E-BOOK: Cibersegurança: saiba como blindar sua empresa


Utilizado largamente no home office, o equipamento é a porta de entrada para ataques distribuídos de negação de serviço, conhecidos como DDoS (sigla de Distributed Denial of Service). Trata-se de uma sobrecarga no sistema corporativo, que o invalida em questão de segundos.

Assim, ficam mais vulneráveis os dispositivos que estão desatualizados ou aqueles que são protegidos por senhas excessivamente frágeis. Nesse sentido, o estudo reforça a importância de orientar os colaboradores no que diz respeito à segurança da informação.

Webinar | Transformações digitais atenção na sua empresa_V1

Como aumentar a segurança da informação no trabalho remoto

Como vimos, a maior exposição digital também aumenta a vulnerabilidade das companhias. Tal cenário exige um suporte constante aos colaboradores em regime de home office, que precisarão de orientações específicas para reduzir as chances de terem dados roubados ou interceptados.

O roteador, assim como sistemas operacionais de celulares e softwares, deve ser atualizado sempre que possível. Os fabricantes, inclusive, costumam disponibilizar novas versões periodicamente. 


LEIA MAIS: Tendências para 2021: prepare sua empresa para o próximo ano


Assim, cabe à companhia orientar as equipes sobre as boas práticas relacionadas à cibersegurança. Isso quer dizer: realizar atualizações de equipamentos constantemente e ainda escolher senhas seguras para todos eles.

Elaborada junto à equipe de TI, tal comunicação deve conter instruções claras, objetivas e certeiras. Além disso, deve-se disponibilizar canais de suporte para resolução de dúvidas e possíveis problemas. Veja algumas atitudes fundamentais:

  1. A empresa deve sempre manter equipamentos atualizados;
  2. Adotar para seus colaboradores softwares e recursos em nuvem, que migram para as suas novas versões automaticamente;
  3. Oferecer treinamentos constantes para os colaboradores;
  4. Disponibilizar boas práticas;
  5. Instruir para a escolha de senhas seguras. Assim, tais combinações nunca devem ter informações óbvias, como nome, data de aniversário ou sequências como “1, 2, 3, 4…”. É fundamental combinar letras, números e símbolos, além de trocar periodicamente;
  6. Disponibilizar ao funcionário ferramentas seguras, como o Office 365.

Vale para todas as companhias?

Independentemente do tamanho e da área de atuação, toda organização precisa se preocupar com a segurança da informação. Aplicações que protegem os dados, bem como a articulação de medidas preventivas junto às equipes, devem compor o dia a dia de qualquer tipo de negócio.

Adicionalmente, os empreendimentos que utilizam informações pessoais e financeiras de clientes devem ter cuidados adicionais. A Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) estabelece que a responsabilidade pelo armazenamento e proteção dessa base fica com as empresas.

Privacidade de dados é essencial para companhias de todos os tamanhos

A escolha das soluções mais adequadas ao perfil de cada uma, entretanto, deve ser realizada com o suporte de um parceiro especializado. A Vivo Empresas conta com uma equipe de especialistas em cibersegurança, sempre pronta para avaliar as necessidades de cada negócio.

Segurança da Informação: monitoramento constante

A tecnologia é uma grande aliada da segurança da informação. Há softwares e ferramentas, por exemplo, que realizam uma análise intermitente das movimentações, indicando quando há algum tipo de comportamento considerado estranho.

Veja, a seguir, algumas opções que integram o portfólio da Vivo Empresas:

  • Vivo Anti-DDoS: monitora e protege a rede contra ataques de negação de serviço, evitando eventos de indisponibilidade. Dessa forma, tal análise é capaz de separar o tráfego legítimo do malicioso.  A ferramenta ainda envia estatísticas aos gestores para possibilitar um acompanhamento mais próximo e uma visão geral de problemas;
  • Vivo Filtro Web (WSG): realiza o bloqueio do tráfego que não está de acordo com as políticas estabelecidas pela companhia. É uma forma eficiente de impor controles no perímetro da internet para a navegação, característica útil no trabalho remoto;
  • Vivo Wi-Fi Seguro: é composto por camadas que controlam ameaças cibernéticas e firewall integrado. Realiza um monitoramento constante do tráfego, bloqueando conteúdos sensíveis. Todo o gerenciamento ocorre na nuvem.

Concluindo

A segurança da informação depende de uma combinação de fatores. Ao mesmo tempo em que a massificação do modelo de home office impulsiona a exposição digital, os colaboradores que estão fora dos escritórios físicos  tornam-se os principais alvos dos criminosos. 

Por isso, é fundamental instruir as equipes em relação às boas práticas, além de  blindar todo o sistema corporativo com ferramentas tecnológicas capazes de monitorar o tráfego em tempo real.

A Vivo Empresas oferece um portfólio abrangente de soluções de Segurança, com recursos que atendem a diferentes necessidades. Além disso, oferece serviços em Conectividade, aluguel de Equipamentos, Cloud,  Big Data, Ferramentas de Colaboração, TI, Gestão de Tecnologia e IoT.  Quer se informar mais sobre o tema? Acesse os conteúdos que separamos abaixo:

Até a próxima!

Compartilhe este conteúdo!

Solicite um contato
campo obrigátório

Enviamos conteúdos do seu interesse para seu e-mail, cancele a qualquer momento.

Cadastro efetuado com sucesso!

Em breve você receberá os melhores conteúdos para ajudar a gerenciar, expandir ou inovar o seu negócio