Ações de Marketing: Como aprimorar a retenção de clientes

Foto do autor

Reter clientes é mais importante do que atrair novos consumidores. Se você discorda dessa afirmação, talvez seja o momento de rever alguns conceitos. Nesse artigo, você vai entender por que a retenção de clientes é essencial para a rentabilidade da sua empresa. Além disso, saberá como aprimorar o seu desempenho para fidelizar a clientela com ações de marketing.

Retenção de clientes é essencial em tempos de crise

Quando a crise aperta, os consumidores precisam fazer cortes no orçamento para se adequarem ao cenário econômico.

Desse modo, nessa hora, todas as contas vão para a ponta do lápis e as prioridades são elencadas. A tendência é que o consumidor exclua do orçamento o que for supérfluo, de qualidade duvidosa ou que não terá a ausência sentida.

Com o consumo diminuindo, as empresas precisam se reinventar para garantir a sobrevivência. Cada cliente faz diferença, cada venda contribui para o faturamento e cada centavo precisa ser valorizado. É justamente por isso que a retenção de clientes assume papel fundamental quando a crise aperta. Ela viabiliza a sustentabilidade financeira da companhia e impede quedas abruptas na renda.

Duas moças com olhar satisfeito olhando para a câmera

Além de contribuir para a rentabilidade da empresa, o cliente fiel tende a influenciar conhecidos espontaneamente.

No entanto, reter clientes não é importante apenas no cenário de crise econômica. Um estudo conduzido pela Econsultancy, revelou que 70% dos empresários afirmam ser mais barato reter um cliente do que conquistar um novo.

Além disso, de acordo com estatísticas da consultoria Gartner Group, um crescimento de 5% na retenção de clientes pode levar a um aumento nos lucros que varia de 25% a 125%. E mais, a consultoria afirma que, no futuro, 80% da receita da sua empresa virá de apenas 20% dos seus atuais clientes.

Vale lembrar, ainda, que um cliente satisfeito e fidelizado tende a trabalhar de forma informal para divulgar a empresa.

Vantagens internet das coisas (IoT)

Ações de marketing: qualidade é o segredo para reter e fidelizar

Depois de expor tantos motivos para convencê-lo a investir na retenção de clientes, é hora de explicar o que fazer para fidelizar os consumidores. Desse modo, em primeiro lugar, você precisa entender que é sua tarefa convencer o cliente de que seu produto tem qualidade.

A melhor forma de descobrir a qualidade percebida pelos clientes é por meio de pesquisas de mercado e análises de comportamento. Desse modo, você consegue avaliar as críticas e sugestões, a fim de adequar o serviço prestado e melhorar a percepção sobre a sua empresa.

Outro fator importante na hora de fidelizar o cliente é trabalhar para resolver o seu problema. Ou seja, quando o consumidor entende que, ao adquirir determinado produto, está solucionando uma dificuldade, crescem as chances de que ele volte a comprar. Desse modo, sua missão é convencê-lo de que você oferece o melhor custo-benefício do mercado.

Entre as práticas que podem auxiliar na retenção de clientes, é possível elencar:

– Investir em programas de fidelização

– Incentivar o retorno do cliente por meio de promoções

– Facilitar a comunicação com a empresa

– Surpreender o cliente entregando mais do que se espera (mais completo, mais rápido, etc.)

– Avaliar a qualidade percebida pelos clientes, acompanhando as críticas

– Melhorar a experiência de consumo, tornando-a relevante

– Aprimorar o CRM (Gestão de Relacionamento com o Cliente)

Além dessas ações de marketing, vale lembrar que é preciso criar métricas que avaliem as práticas de retenção de clientes. Desse modo, você descobre o que funciona e o que não é adequado. Além disso, consegue estimar a diferença do acréscimo na retenção de clientes para os resultados da sua empresa.

Foto do autor
Solicite um contato